Pinel de Flash Gordon – Carnaval de 1988

Trio do Bloco Pinel no carnaval de 1988.

Trio do Bloco Pinel no carnaval de 1988.

Ao som de “Pinel de Flash Gordon”, composição de Durval Lelys, o Bloco do Pinel fervilhava no carnaval de 1988. Era a estréia de Durvalino como vocalista da Banda Pinel que mais tarde daria origem ao Asa de Águia. O trio, em tons de azul, combinava com a mortalha que trazia o “maluquinho” símbolo do bloco mais cobiçado na época.

As mortalhas, enormes pedaços de tecido em algodão e impressas em silk-screen, eram símbolo de orgulho para os foliões que as esperavam ansiosamente. Elas identificavam a que “tribo” você pertencia. Ao contrário de hoje, o status de um bloco era mais importante do que o próprio artista ou banda que se apresentaria no trio. Na verdade, ao artista era concedido o privilégio de “puxar” o bloco e comandar a festa da galera. Era fundamental que ele também pertencesse ao grupo que iria comandar. Assim eram os blocos, assim foi o Pinel.

Combinar o tema da fantasia e da decoração do trio com o da música, foi resultado de uma conversa que Durval Lelys teve comigo logo que ele assumiu a banda. Pela primeira vez ví um cantor se preocupar em dar essa visão homogênea ao bloco. O resultado foi o tema “Flash Gordon Pinel”,  juntando música e estética visual. Dessa conversa surgiu também uma parceria que já dura mais de 20 anos.

A mortalha abaixo, marca uma evidente preocupação minha em predominar uma só cor nas fantasias, afim de valorizar o conjunto, mesmo que em detrimento da peça individualmente. Eu entendia que as mortalhas multi-coloridas, quando em conjunto, geravam um efeito pictográfico indefinido, geralmente  um tom amarronzado. Tantos anos depois, vejo, curioso, o meu esforço hilário em colocar tons de azuis até nas figuras humanóides do desenho. Mais curioso ainda foi o fato de que, anos mais tarde, essa minha visão monocromática viria a viabilizar uma outra idéia que foi um abadá para cada dia no Bloco Cheiro. Seria impossível, do ponto de vista da segurança do bloco, três abadás multi-coloridos. Para os mais novos, lembro que, até 1997, o folião recebia uma só fantasia para os três dias de carnaval. A criação dos três abadás também viabilizou a venda individualizada dos dias dos blocos como fazem a atuais centrais de vendas.

Mortalha do Bloco Pinel no carnaval de 1988.

Mortalha do Bloco Pinel no carnaval de 1988. Pano de sobra.

6 Respostas para “Pinel de Flash Gordon – Carnaval de 1988

  1. Pedrinho, legal rever essas coisas. Lembro de quando criança ver passar esse trio na rua. Não me sai da cabeça a banda tocando Rendezvous 4, uma música do Jean Michel Jarre, uma música instrumental com solo de teclados…pra época era algo bem futurista…. muito massa!

  2. Pedrinho, eu pedi, vc prometeu colocar a mortalha aqui e colocou. Muito obrigado!
    Foi nesse ano que me encantei pelo Pinel e virou meu bloco favorito! Era como um time de futebol. Tinham aqueles que diziam que tal bloco era melhor, mas o Pinel era pra mim, o melhor deles. Em 88, ouvindo entrevista do Asa lançando seu 1º disco na Itapoan FM, disse no auge dos meus 13 anos, essa banda vai ser uma das maiores bandas do carnaval. De fato, o Asa é hj uma das maiores atrações. Mas tanto o Asa qto o Pinel e demais blocos mudaram, o carnaval mudou e lá se foram esses tons de azuis, lá se foi a poesia das músicas, lá se foi tanta coisa…Pode-se ganhar dinheiro com muita coisa, mas ganhar dinheiro as custas de acabar com uma cultura é tirar o que mais temos de importante, nossa identidade… é violento e estamos nós a perguntar que carnaval é esse hj? carnaval da Bahia não é mais, do povo da Bahia tb não….
    “tanta gente sem graça no salão…”

  3. Muito bom ver essa foto e lembrar daquele tapete azul. Era legal pq víamos um bloco azul e lá atras um outro bloco amarelo e depois outro de outra cor… como colocar essas cores de novo… nem tintas coral parece dá jeito…rs! Os abadás de hj são em verdade uma simples camisa.. como disse antes, um dia irão colocar apenas uma pulseira com a logo do bloco…

    Recorro ao mago das artes do carnaval.

    Abs!

  4. Gosto bastante de ver essas fotos antigas, época que valorizavam a pintura do Trio elétrico, ainda não tinha visto esse, muito lindo!!! O 3D ficou perfeito, parece que os foliões vão atravessar o Trio rs. Criatividade 10.

  5. Hi there, You have done a fantastic job. I will certainly digg it and personally recommend to my friends. I’m confident they’ll be benefited from this site.

  6. Muito bom!! parabéns por mais esse trabalho maravilhoso, Sr. Pedrinho da Rocha!! =)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s