Arquivo da tag: Ricardo Chaves

CrocoFestas! Um cartaz para quem não trabalha.

Cartaz criado nos anos 90 para divulgação do Bloco Crocodilo com Ricardo Chaves. A inspiração foi o lado festivo dos baianos: uma festa para cada dia.

Cartaz Crocodilo 1994

Anúncios

Muito Alavontê…

alavontê de mortalha

Já havia tempo, não acontecia nada de novo por essas bandas de cá… mas calmaria não é pra vida toda; e o mediano só existe porque existe o que não é médio… e assim surge na cena musical pra pular baiana – como dizia seu Osmar – um sopro de brisa nova, apesar do vento ser já conhecido de outros carnavais. O Alavontê, grupo que reúne cantores, músicos, comunicadores… gente que já faz o carnaval há muito tempo ou mais recentemente, mas que se juntaram para zoar, curtir, fazerem do jeito que quiserem, sem pitacos, “à la vontê”. O resultado é um sucesso junto ao público cansado de pacotes prontos, de fórmulas anacrônicas, falsas, bregas… porque não são verdadeiras. A galera chega e canta, compõe, arranja, improvisa, dá muita risada, xinga, vive de verdade no palco e, como músicos, cantores, compositores, fazem arte, mas não teatro.

Manno Góes, Ricardo Chaves, Ramon Cruz, Durval Lelys, Magary Lord, Jonga Cunha, Andrezão e tantos outros que vão aparecendo e compondo esse palco, essa cena que não é uma banda, nem é um movimento, é só uma forma de se divertir de verdade e à vontade. Vale à pena ir. Red River, toda terça.

Na terça-feira que antecede a esse carnaval, o grupo está fazendo uma festança onde resgata a “mortalha”, fantasia que predominava antes do abada nas ruas do carnaval da Bahia. É o “Alavontê de Mortalha”, e todo mundo vai ter que ir à caráter. Mais à lá vontê, impossível.