Arquivo da categoria: Design e Ilustrações

Curiosidades, soluções, trabalhos que deram trabalho…

As novas placas do Mercosul: quase acertei.

Placa Mercosul - Uruguay

Placa Mercosul – Uruguay. As duas pimeiras letras e a cor identificam o país.

Em 2012 publiquei aqui no blog a sugestão acima para as novas placas do Mercosul. (ver postagem https://pedrinhodarocha.wordpress.com/2012/03/27/novas-placas-para-o-mercosul/ ) Fiquei contente em ver que a solução adotada agora pelos países que compõem esse orgão ficou bem próxima da minha ideia: uma faixa horizontal como elemento identificador das placas dos veículos. No conceito final, eles optaram pela faixa na parte superior, mas de uma forma geral, ficou bem próximo do que pensei. VAmos ter uma placa com personalidade própria da região. Confiram abaixo:

Piu-Piu de Ouro – Melhor Outdoor 2014.

Prêmio Central de Outdoor 2014

A campanha de outdoor criada para o Forró do Piu-Piu – tradicional evento junino na cidade de Amargosa, Bahia –  faturou o “Ouro” no 21º Prêmio da Central de Outdoor, edição 2014.

A criação também contou com as participações de Thiago Nunes, Marianna Vilas Boas e Lauro Jr e teve aprovação de Nei Ávila e Marcelo Brasileiro.

Forró do Piu-Piu - Da Rocha Propaganda

 

Durval Lelys: Meu Verão acústico.

Durval lelys, CD Meu Verão.

O cantor Durval Lelys, que comandou a Banda Asa de Águia por 25 anos, acaba de gravar um CD acústico com músiclas clássicas do seu repertório e algumas inéditas. Pra quem gosta das conhecidas performances de Durval com violão e gaita, “Meu Verão” é um prato cheio.

A capa é uma homenagem ao eterno surfista da Barraca de Jajá, do Parracho e de tantas praias que marcaram a história e o público do nosso Durvalino.

Segue link das músicas: https://www.dropbox.com/sh/bz79zzew4tqjppv/AACYEhKyoIOF7cLcyAKYdLUza?dl=0

CarnaBahia, uma pintura daquele carnaval de 1981.

Trio Traz os Montes - fundo - baixa

Em 1981, o Carnaval de Salvador estava em plena everfescência: talentos surgiam naquele cenário musical proporcionado pelas novas tecnologias que permitiam o canto pleno num Trio Elétrico.  Lui Muritiba, Banda Scorpius –  com Bell, Aderson, Gato… e que depois virou Chiclete com Banana –  Gerônimo, Sarajane e tantos outros novatos se misturavam nas ruas com os já consagrados Morais Moreira, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Novos Baianos com Pepeu, Baby e Paulinho Boca de Cantor, além, é claro, da família Macedo com o paizão de todos, Seu Osmar, e o impagável Armandinho e sua guitarra baiana.

Foi inspirado nesse inesquecível carnaval que fiz a pintura dessa foto na trazeira do Trio Elétrico do Traz-os-Montes, bloco pioneiro e revolucionário em toda essa história do recente carnaval baiano. Pintado com tinta esmalte sobre a chapa de metal do trio, era minha homenagem àquele momento mágico dessa terra em que nasci – aos artistas e aos blocos.

No mês que antecedia a folia, costumava ficar imerso por dias no galpão do bloco, lá no bairro do IAPI. Sujo de tinta até à medula, era um misto de decorador, carregador de caixa de som e “opinólogo geral”. Aliás, todos nós – técnicos de som, chapistas, diretores do bloco, eletricistas, motorista, músicos –  fazíamos de tudo. Pra dar um molho nessa festa, ao lado do galpão, tinha o nosso querido Satuba, que preparava uma moqueca de arráia especial acompanhada de uma batida de limão tipicamente baiana: com mel.

Valeu à pena.

Cartão de Natal Pinel, anos 80.

Ser Feliz é Ser Pinel.

O Bloco do Pinel tinha tradição em enviar cartões de Natal para seus foliões. Simas, um dos diretores do bloco,  encarregado de me solicitar a criação, era um entusiasta dessas histórias e bancava imprimir em policromia, técnica gráfica proibitiva naqueles tempos. Hoje, qualquer gráfica imprime 4 cores baratinho.

A técnica para ilustração foi a aerografia; na época nem se falava em computação gráfica.

Curiosidade: abaixo do título “SER PINEL É SER FELIZ”, eu havia colocado um subtítulo: “Feliz Festas!”. A intenção era sair do óbvio “Feliz Natal!” ou “Feliz Ano Novo!”, mas terminei por cometer um erro banal: plural de feliz é felizes. O velho Pedro, meu pai, bom nisso, logo percebeu a garfe, mas já estavam impressos 2 mil e enviados pelo correio. Para consolo besta, só me restou retirar a frase dos cartões que ficaram comigo.

Gudes.

 

GudeGudes. Ilustração em vetor, 1999.

(chão de terra molhada)

Pegação.

CAMISA CAMALEAO terça APLICADA

Estampa “pegação” criada para o abada do Bloco Camaleão, em 2013,  carnaval de Salvador.